16 de nov de 2011

Bolha Imobiliária no Mundo

Esta é para os que dizem que o preço real (ponderado com a inflação) de um imóvel nunca cai. Isto que os dados estão atualizados apenas até setembro de 2009.
Ainda bem que no Brasil é diferente, aqui o preço dos imóveis nunca cai, afinal de contas, aqui é o Brasil.
Fonte: http://www.ritholtz.com/blog/wp-cont...Sept09_CF1.jpg

6 comentários:

Anônimo disse...

Pude perceber que no final das contas, e o gráfico não deixa mentir, que os imóveis sempre tendem a se valorizar mais do que se desvalorizam. O que significa, que investir em imóveis não é prejudicial, mas uma medida sábia de saber investir.

Anônimo disse...

Este gráfico poderia está expresso em porcentagens comparando com a média de inflação dos paises, talvez assim teriamos uma noção se a queda nos preços é mesmo desfavorável.

Anônimo disse...

Realmente, caem de preço, mas mesmo depois da queda continuam BEM acima da inflação, exceto em 3 países.

Abs

Anônimo disse...

É lógico que o imóvel vai se desvalorizar menos que valoriza ou em longo prazo ele custaria 1 salário mínimo. Uma colocaçao imbecil.
Se investir em imóvel é sempre bom, o cara tem q ser uma anta para gastar 1 milhao em um % eapartamento e alugar por 3 mil, ou seja, 0,3% do valor, sendo que a poupança te oferece 0,6 e o CBD 0,9%. Imóvel nao é um mau negócio se for para morar. Torço para os especuladores que querem ágio percam muito dinheiro com isso. Quando pensam em entrar, os reais investidores já sairam, haja visto o valor na bolsa...as construtoras lideram a desvalorizacao e tendem a quebrar. O tempo dirá. Se é bom negócio, comprem agora e verao o preco cair à metade. Daqui a 10 anos eles estará 1,100.000 e o mané dirá que ganhou 10%. Uma piada.

Anônimo disse...

Acrescentando...o valor caiu pq a avaliaçao parou em 2008. Poderia continuar para 2009, 2010, 2011 que a situaçao seria muito pior, a exemplo dos EUA. Cara nao sabe nem ler gráfico e se diz grande investidor imobiliário. O nível de imbecilidade assusta.

Paolo Otávio disse...

Por que ninguém fez matéria sobre a "valorização" dos imóveis em 2011 em Brasília? Será porque os imóveis valorizaram pouquíssimo mais que renderam os investimentos convencionais?