23 de ago de 2010

Lula empurra o brasileiro mais uma vez na direção do consumo irresponsável

Achei o texto interessante, apesar de não gostar de publicar no blog comentários sobre políticos, mas o que interessa é a questão do consumo desenfreado e do caos que ele pode criar.

http://ucho.info/lula-empurra-o-brasileiro-mais-uma-vez-na-direcao-do-consumo-irresponsavel

Lula empurra o brasileiro mais uma vez na direção do consumo irresponsável - do site ucho.info

Luiz Inácio da Silva, o presidente Lula, por ocasião dos primeiros movimentos da crise financeira internacional, por ele batizada de marolinha, pediu aos brasileiros para que o consumo fosse mantido em alta como forma de evitar maiores impactos na economia nacional. Confiando nas messiânicas palavras do presidente e embalado pelo crédito fácil e benesses fiscais aos borbotões, o consumidor saiu às compras, certo de que o Brasil é uma versão tropical de algum cantão da Suíça.

A euforia consumista passou e lentamente assumiu a cena a inadimplência, algo que os palacianos sempre descartaram em função da geração de empregos. Em São Paulo, rico e importante estado brasileiro, vem crescendo de maneira preocupante o número de inadimplentes empregados e que recebem três salários mínimos ou mais. Sem contar os que ingressaram na lista dos devedores por conta do desemprego. Ou seja, a bolha de virtuosismo começa a dar sinais de fraqueza.

Não satisfeito com o quadro atual, Lula da Silva defendeu na quarta-feira (14), em Brasília, a inclusão dos cidadãos aos sistemas habitacional e financeiro. Aos funcionários da instituição que foram conhecer os planos da Caixa para os próximos anos, o presidente-metalúrgico disse que o País vive uma situação distinta e que as perspectivas de vida da população cresceram. “Não há mais perspectivas de retrocesso porque o povo aprendeu a ter autoestima”, completou Lula.

A fala do presidente, que mais uma vez empurra o brasileiro para o consumo apenas para não ver desmascarada uma mentira travestida de verdade, caminha na contramão daquilo que defende o Banco Central, que tem elevado a taxa básica de juros para evitar o retorno da inflação. Os ocupantes do poder buscam manter o aquecimento da indústria da construção, não importando o fato de mais adiante o incauto cidadão perder o imóvel, como já acontece com os veículos financiados, e ver o sonho da casa própria transformado em pesadelo.

Como alertou o ucho.info à época do lançamento do programa “Minha Casa, Minha Vida”, a forma como o crédito foi concedido no rastro dessa tenda dos milagres do PT tem todos os ingredientes para dar errado. O presidente pode até continuar faltando com a verdade, mas induzir o trabalhador a erro é uma enorme irresponsabilidade.

Nenhum comentário: